Análise do sistema de Mobile Payment implementado no transporte público na cidade de São Paulo

Solange Cristina Ricardo, Henrique Mello Rodrigues de Freitas

Resumo


Na cidade de São Paulo aproximadamente 10 milhões de pessoas utilizam transporte público diariamente. O objetivo deste trabalho é apresentar o atual sistema de pagamento móvel implementado no transporte público na cidade de São Paulo, e as razões possíveis pela qual este sistema é muito pouco utilizado pelos usuários. O pagamento móvel é qualquer pagamento em que um dispositivo móvel capaz de se conectar a redes móveis de comunicação, é utilizado para iniciar, autorizar e confirmar uma transação comercial. A metodologia utilizada foi estudo de caso único e como resultados pode-se dizer que não há dúvidas de que o sistema de pagamento móvel implementado é uma novidade que facilita o dia-a-dia dos usuários, porém, há deficiências a serem sanadas para que se torne um serviço atrativo e que incentive o usuário a adoção do mesmo.

 

 

 


Palavras-chave


Mobilidade tecnológica; Mobile Payment; Transporte Público

Texto completo:

PDF

Referências


Amaral, S.A. (2008) Marketing da informação: entre a promoção e a comunicação integrada de marketing. Informação & Sociedade: Estudos, 18 (1), 31-44.

Amoroso, D.L., Watanabe, R.M. (2012). Building a research model for mobile wallet consumer adoption: the case of mobile Suica in Japan. Journal of Theoretical and Applied Electronic Commerce Research, 7 (1), 94-110.

Araujo, M.R.M. et al. (2011). Transporte público coletivo: discutindo acessibilidade, mobilidade e qualidade de vida. Psicologia & Sociedade, 23 (3).

Battard, N., & Mangematin, V.(2013). Idiosyncratic distances: Impact of mobile technology practices on role segmentation and integration. Technological Forecasting & Social Change, 80, 231-242.

Carr, M. (2007). Mobile payment systems and services: an introduction. Recuperado em 27 abril, 2015, de http://www.academia.edu/2563249/Mobile_Payment_Systems_and_Services_An_Introduction.

Companhia Paulista de Trens Metropolitanos. (2015). Recuperado em 01 julho, 2015, de http://www.cptm.sp.gov.br/a-companhia/Pages/Nossa-Historia.aspx.

Corso, K.B., Freitas, H.M.R., & Behr. (2013). O contexto no trabalho móvel: uma discussão à luz do paradigma da ubiquidade. Revista Administração em Diálogo, 15 (2), 01-25.

Curran, K., Millar, A., Garvey, C.M. (2012). Near field communication. International Journal of Electrical and Computer Engineering, 2 (3), 371-382.

Federação Brasileira de Bancos – FEBRABAN. (2015). Recuperado em 15 abril, 2015, de http://www.febraban.org.br/.

Finzgar, L.& Trebar, M. (2011). Use of NFC and QR code identification in an electronic ticket system for public transport. Anais do Software, Telecommunications and Computer Networks (SoftCOM), Croatia, Adriatic Islands.

Ghezzi, A., Cortimiglia, M.N., & Frank, A.G. (2015). Strategy and business model design in dynamic telecommunications industries: a study on Italian mobile network operators. Technological Forecasting & Social Change, 90, 346-354.

Juntunen, A., Luukkainen, S., & Tuunainen, V.K. (2010). Deploying NFC technology for mobile ticketing services – identification of critical business model issues. Mobile Business and Ninth Global Mobility Roundtable, 82-90.

Kantar Wordpanel. (2015). Recuperado em 13 agosto, 2015, de www.kantarworldpanel.com/br.

Kumar, S., Liu, Y., Sengupta, J., & Divya. (2010). Evolution of mobile wireless communication networks: 1G to 4G. International Journal of Electronics & Communication Technology, 1, 68-72.

Kumar, S. B. R. & Rabara, S. A. (2010). An architectural design for secure mobile remote macro-payments. Jagannath Gupta Institute of Engineering & Technology (JNIT), 1, 75-84.

Leong, L.Y., Hew, T-S., Tan, G.W-H., & Ooi, K.B. (2013). Predicting the determinants of the NFC-enabled mobile credit card acceptance: a neural networks approach. Expert Systems with Applications, 40, 5604–5620.

Liebana-Cabanillas, F.J., Sánchez-Fernández, J., & Munoz-Leiva, F. (2014). Role of gender on acceptance of mobile payment. Industrial Management & Data Systems, 114 (2), 220-240.

Machado, C.B.& Freitas, A.A. (2007). Modelo para planejamento de iniciativas de adoção de tecnologias móveis na interação entre organização e indivíduo. Anais do Encontro de Administração da Informação (EnADI), Florianópolis, SC, Brasil.

Marconi, M.A. & Lakatos, E.V. (2001). Fundamentos de metodologia científica. São Paulo: Atlas.

Martins, G.A. & Theófilo, C.R. (2009). Metodologia da investigação científica para ciências sociais aplicadas. São Paulo: Atlas.

Metrô. (2015). Recuperado em 01 julho, 2015, de http://www.metro.sp.gov.br/metro/index.aspx.

Nagashree, R.N., Vibha, R., Aswini, N. (2014). Near field communication. I.J. Wireless and Microwave Technologies, 4 (2), 20-30.

Ondrus, J., & Pigneur, Y. (2006). Towards a holistic analysis of mobile payments: a multiple perspectives approach. Electronic Commerce Research and Applications, 5, 246-257.

Ondrus, J., & Pigneur, Y. (2007). An assessment of NFC for future mobile payment systems. Management of Mobile Business, 9-11.

Pierre, S. (2001). Mobile computing and ubiquitous networking: concepts, technologies and challenges. Telematics and Informatics, 18 (2-3), 109-131.

Pinho, M. Recarregar bilhete único nesta segunda 'congela' tarifa em R$ 3. Recuperado em 25 novembro, 2015, de http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2015/01/recarregar-bilhete-unico-nesta-segunda-congela-tarifa-em-r-3.html

Rede Ponto Certo. (2015). Recuperado em 27 novembro, 2015, de http://www.redepontocerto.com.br/rpc/appRPC.jsp.

Saccol, A.Z., & Reinhard, N. (2007). Tecnologias de informação móveis, sem fio e ubíquas: definições, estado-da-arte e oportunidades de pesquisa. Revista Administração Contemporânea, 11 (4), 175-198.

Saha, D., & Mukherjee, C.A. (2003). Pervasive computing: a paradigm for the 21st century. IEEE Computer Society, 25-31.

Sheng, H., Nah, F.F.H., & Siau, K. (2005). Strategic implications of mobile technology: a case study using value-focused hhinking. Journal of Strategic Information Systems, 14, 269-290.

SPTrans. (2015). Recuperado em 22 maio, 2015, de http://www.sptrans.com.br/a_sptrans/.

Yin, R.K. (2015). Estudo de caso planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman.




DOI: http://dx.doi.org/10.20397/2177-6652/2017.v17i1.923

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Gestão & Tecnologia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.