Contribuições da Inovação Aberta para uma Empresa de Comunicação

Breno Eustáquio Silva, Jorge Tadeu de Ramos Neves, Maria Celeste Reis Lobo Vasconcelos, Carlos Alberto Ávila Araújo

Resumo


A Inovação é elemento chave para uma gestão estratégica eficaz. Entretanto, o modelo fechado não mais satisfaz às necessidades dos gestores. Partindo dessa premissa é que se faz emergente o modelo da Inovação Aberta, técnica que consiste em abrir espaço para que os stakeholders participem do processo de inovação contribuindo com ideias e sugestões. Neste artigo é apresentado o caso do Jornal A Notícia Regional Ltda, da cidade de João Monlevade (MG), que se vê diante do desafio de inovar para aprimorar seu produto. Para isso, foram testadas plataformas de colaboração, como a rede social Facebook, bem como promovido um grupo focal e analisados três jornais de expressão no Brasil. Entre os resultados observados, destaca-se o uso da Inovação Aberta como suporte adequado à Gestão da Inovação da empresa, que deve promover mudanças como inserção de mais colunas de opinião e convergência do impresso com as mídias digitais. 


Palavras-chave


Gestão; Tecnologia; Gestão da Inovação; Inovação Aberta

Texto completo:

PDF

Referências


BESSANT, John. TIDD, Joe. Inovação e Empreendedorismo. Porto Alegre: Bookman, 2009.

BESSANT, John. TIDD , Joe. PAVIT, Keith. Gestão da Inovação. Porto Alegre: Bookman, 2008.

CASTELLS, Manuel. A Sociedade em rede – A era da informação: economia,

sociedade e cultura. Vol. 1. São Paulo: Paz e Terra, 2001.

CHESBROUGH, Henry. Inovação Aberta: como criar e lucrar com a tecnologia. Porto Alegre: Bookman, 2012.

COLLIS, Jill. HUSSEY, Roger. Pesquisa em Administração: um guia prático para alunos de graduação e pós graduação. 2ªed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

DAVILA, Tony. EPSTEIN, Marc J. SHELTON, Robert D. As regras da Inovação: como gerenciar, como medir e como lucrar. Porto Alegre: Bookman, 2007.

DORNELLES, Beatriz. O futuro do jornal. Revista FAMECOS, nº 40, Porto Alegre: 2009.

ESTADO DE S. PAULO. ''Super Notícia'' é o maior jornal do País. Disponível em . Acesso em 7 nov. 2012

FRANCISCATO, Carlos Eduardo. Uma proposta de incorporação dos estudos sobre inovação nas pesquisas em jornalismo. Estudos em Jornalismo e Mídia. Ano VII, nº1, Janeiro a Junho de 2010. Blumenau: 2010. Disponível em . Acesso em 15 de junho de 2012.

FOLHA DE S. PAULO. Conheça a Folha de São Paulo. Disponível em . Acesso em 8 de nov. de 2012.

______. "Jornal do Brasil" faz 110 anos e começa nova fase. Disponível em . Acesso em 8 de nov. de 2012.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4ª ed. São Paulo: Atlas, 2006.

INSTITUTO VERIFICADOR DE CIRCULAÇÃO (IVC). Auditoria em Circulação de Jornais Brasileiros. Disponível em . Acesso em 7 de nov. de 2012.

KAMEL, Ali. Vida longa para os jornais impressos. Depoimento durante o 3º Congresso Internacional do Jornalismo de Língua Portuguesa, em Lisboa, em abril de 2001. Disponível em . Acesso em 25 de maio de 2012.

KUHN, Thomas. Structure of Scientic Revolutions. Chicago: University of Chicago Press, 1962

LINDERGAARD, Stefan. A revolução da inovação aberta: a chave da nova competitividade nos negócios. São Paulo: Évora, 2011.

MAGALHÃES, Marcos Felipe. Inovando para Durar. In: TERRA, José Cláudio Cyrineu (Org.). Inovação: quebrando paradigmas para vencer. São Paulo: Saraiva, 2007.

MANUAL DE OSLO. Diretrizes para coleta e interpretação de dados sobre inovação. Publicação conjunta da OCDE e Eurostat. Versão Brasileira: Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). Tradução de Flávia Gouveia. 3.ed. 2005. 184p. Disponível em . Acesso em 25 de maio de 2012.

MARCONI, Marina de Andrade. LAKATOS, Eva Maria. Metodologia Científica. 4ª ed. São Paulo: Atlas, 2004.

PINCHOT, Gifford. PELLMAN, Ron. Intraempreendedorismo na Prática: um guia de inovação nos negócios. 3ª ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.

SAKAR, Soumodip. Inovação: metamorfoses, empreendedorismo e resultados. In: TERRA, José Cláudio Cyrineu (Org.). Inovação: quebrando paradigmas para vencer. São Paulo: Saraiva, 2007.

SCHUMPETER, Joseph Alois. The Theory of Economic Development. Cambridge, Massachusetts. Harvard University Press, 1934. In.: MANUAL DE OSLO. Diretrizes para coleta e interpretação de dados sobre inovação. Publicação conjunta da OCDE e Eurostat. Versão Brasileira: Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). Tradução de Flávia Gouveia. 3.ed. 2005. 184p. Disponível em . Acesso em 25 de maio de 2012.

SILVA, Leonardo Gonçalves Rodrigues da. Um modelo para tomada de decisão visando a implantação da inovação aberta nas empresas: uma abordagem da engenharia ontológica. Dissertação (Mestrado em Engenharia da Produção) – Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Curitiba, Paraná, 2009.

TERRA, José Cláudio Cyrineu (Org.). Inovação: quebrando paradigmas para vencer. São Paulo: Saraiva, 2007.

______. Inovação Aberta – Parte 1. Som. Color. 2011. Vídeo da Biblioteca Terra Fórum. Disponível em . Acesso em 9 de junho de 2012.

TIGRE, Paulo Bastos. Gestão da Inovação: a economia da tecnologia no Brasil. Rio de Janeiro: Elsevier, 2006.




DOI: http://dx.doi.org/10.20397/2177-6652/2013.v13i2.571

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2013 Revista Gestão & Tecnologia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.