O papel da Liderança na Eficácia de Equipes de Trabalho

Luciane Wolff, Patricia Martins Fagundes Cabral, Paulo Renato Martins Ribeiro da Silva Lourenço

Resumo


Esse artigo apresenta resultados parciais de uma pesquisa longitudinal que objetivou identificar os indicadores de eficácia de equipe adotados e a importância aos mesmos atribuídas, ao longo do tempo, por líderes e liderados envolvidos em um projeto de tecnologia. A pesquisa foi realizada em duas equipes de trabalho, uma em cada empresa, mas com atuação interdependente na execução do projeto pesquisado. No presente artigo, o objetivo é discutir a contribuição do papel da liderança para a eficácia das equipes de trabalho na fase inicial de um projeto de desenvolvimento de software. A pesquisa tem uma abordagem qualitativa e exploratória tendo como estratégia de coleta de dados qualitativos e quantitativos, sendo esses últimos coletados através de questionário fechado que investigou indicadores eficácia nas equipes de estudo, bem como a importância atribuída a cada um. As conclusões parciais deste estudo apontam para a compreensão das atribuições da liderança para a eficácia de um projeto em equipe e o reconhecimento da importância do papel das lideranças na motivação das equipes; por outro lado os resultados sinalizam divergências de percepções quanto esta atuação dos líderes na prática, evidenciando, portanto, a necessidade de maior articulação da rede de lideranças.

Palavras-chave


Liderança, eficácia de equipes de trabalho, gestão de pessoas, Tecnologia da Informação e Comunicação.

Texto completo:

PDF

Referências


AGRAWAL, Narendra M. et al. Managing growth: human resource management challenges facing the Indian software industry. Journal of World Business, v. 47, n. 2, Apr. 2012, p. 159-166. Disponível em: . Acesso em: 10 maio 2012.

ALVES, Míriam C.; SEMINOTTI, Nedio. O pequeno grupo e o paradigma da complexidade em Edgar Morin. Psicologia USP, São Paulo, v. 17, n. 2, jun. 2006. Disponível em: . Acesso em: 01 maio 2012.

ANUP, K. Singh. MUNCHERJI, Nina. Team Effectiveness and Its Measurement: A Framework. Global Business Review, v. 8, p. 119, 2007. Disponível em: . Acesso em: 25 Febr. 2012.

BARRETO, Leilianne M.T.S. et al. Temas emergentes em gestão de pessoas: uma análise da produção acadêmica. Revista de Administração UFSM, Santa Maria, v.4, n.1, p. 215-232, maio/ago. 2011. Disponível em: . Acesso em: 09 maio 2012.

BUDHWAR, Pawan S.; VARMA, Arup. Emerging HR management trends in India and the way forward. Organizational Dynamics, v. 40, n. 4, p. 317-25, Oct. 2011. Disponível em: Acesso em: 10 maio 2012.

CABRAL, Patrícia M.F.; SEMINOTTI, Nedio. Os processos grupais desde o paradigma sistêmico-complexo: uma experiência de intervenção recursiva em um grupo de gestores. Psychologica. Coimbra, v. 55, p. 209-227, Jun. 2012.

_________. O trabalho coletivo entre líderes: ampliando a concepção do líder-herói nas organizações. Revista da SBDG – n. 4, p. 18-28, setembro de 2009.

CAMPION, M. A.; MEDSKER, G. J; HIGGS, A. C. Relations between work group characteristics and effectiveness: implications for designing effective work groups. Personnel Psychology, v. 46, p. 823-847, 1993.

CIO. Disponível em: http://cio.uol.com.br/noticias/2012/01/16/mercado-brasileiro-de-tecnologia-da-informacao-devera-crescer-acima-de-10-em-2012/ Acesso em: 4 jun.2012.

DeRUE, D. S; ASHFORD, S. J.. Who Will lead and Who Will follow? A social process of leadership identity construction in organizations. Academy of Management Review, 2010. Vol. 35, n° 4, 627-647

FAGUNDES, Patrícia M. Desenvolvimento de competências coletivas de liderança e gestão: uma compreensão sistêmico-complexa sobre o processo e organização grupal. 2007. 146 f. Dissertação (Doutorado em Psicologia) – Programa de Pós Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, 2007.

FUKUYAMA, Francis. A grande ruptura: a natureza humana e a reconstituição da ordem social. Rio de Janeiro: Rocco, 2000.

FUNDAÇÃO NACIONAL DA QUALIDADE - FNQ. Conceitos fundamentais da excelência em gestão. São Paulo, 2006.

GONZÁLEZ, Maria Pilar; SILVA, Manuel; e CORNEJO, José M. Equipos de Trabajo Efectivos. Barcelona: EUB, 1996.

HACKMAN, Richard J. et al. Team effectiveness in theory and in practice. In:

LOCKE, Edwin A., COOPER, Cary L. Industrial and organizational psychology: linking theory with practice. Blackwell, 2000. p. 109-119.

HAIR, Joseph F. et al. Fundamentos de métodos de pesquisa em administração. Porto Alegre: Bookman, 2005. 471 p.

KILIMNIK, Zélia M. Transformações nas carreiras: de trajetórias lineares para multidirecionais. Perspectivas organizacionais e individuais. In: KILIMNIK, Zélia M. (Org.). Transformações e transições nas carreiras: estudos nacionais e internacionais sobre o tema. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2011. p. 3-27.

LOURENÇO, Paulo Renato M. R. S. Concepções e dimensões da eficácia grupal: desempenho e níveis de desenvolvimento. 2002. 255 f. Dissertação (Doutorado em Psicologia) – Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação, Universidade de Coimbra, Coimbra, Portugal, 2002.

MALVEZZI, Sigmar. Prefácio. In: ZANELLI, José Carlos, BORGES-ANDRADE, Jairo Eduardo. BASTOS, Antonio Virgilio Bittencourt (Org.). Psicologia, organizações e trabalho no Brasil. São Paulo: Artmed, 2004. p. 13-17.

MORIN, Edgar. Ciência com consciência. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2005.

PANDA, Joana R.S. Modelo normativo da eficácia grupal de Hackman: adaptação e estudo das qualidades psicométricas do Team Diagnostic Survey. 2011. 68 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia das Organizações e do Trabalho) – Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação, Universidade de Coimbra, Coimbra, Portugal, 2011.

RICO, Ramón; ALCOVER DE LA HERA, Carlos M.; TABERNERO, Carmen. Efectividad de los Equipos de Trabajo: una Revisión de la Última Década de Investigación (1999-2009). Revista de Psicología del Trabajo y de las Organizaciones, Madrid, v. 26, n. 1, abr, 2010. Disponível em: . Acesso em: 4 mar. 2012.

RIVERA, Francisco Jabier Uribe, ARTMANN, Elizabeth, A liderança como Intersubjetividade lingüística. Interface - Comunic, Saúde, Educ, v.10, n.20, p.411-26, jul/dez 2006.

SALAS, E. et al. Fostering team effectiveness in organizations: toward an integrative theoretical framework. Nebraska Symposium On Motivation. Nebraska, v. 52, p. 185-243, 2007.

SALINAS, José Luís. Aprendizagem organizacional na prática: o caso do Banco do Brasil. In: BITENCOURT, C. (Org.). Gestão contemporânea de pessoas: novas práticas, conceitos tradicionais. Porto Alegre: Bookman, 2004. p. 39-49.

SENGE, Peter. A dança das Mudanças. Rio de Janeiro: Campus, 1999.

TECNOSINOS. Disponível em: . Acesso em: 22 abr. 2012.

TORO, Juan Pablo. Trabajo, Subjetividad y gestión de Recursos Humanos bajo el espíritu del nuevo capitalismo. In: ZANELLI, José Carlos, SILVA, Nerbal, TOLFO, Susana da Rosa (Org.). Processos psicossociais nas organizações e no trabalho. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2011. p. 33-47.




Licença Creative Commons
O conteúdo deste periódico está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 3.0 Unported License

Revista Gestão & Tecnologia e-ISSN: 2177-6652

LOGOTIPOS (Indexadores e Diretórios):

Logotipo do Latindex    &nbsp Logotipo do IBICT       Logotipo Sumários       Doaj    &nbsp     &nbsp LIVRE    &nbsp


spell    &nbsp Capes    &nbsp Capes    &nbsp EBSCO HOST    Logotipo Gale Cengage Learning