Modelo de Precificação de Ativos de Capital: Uma Análise Envolvendo Série Histórica

Anderson Dorow, Donizete Reina, Diana Reina, Christiano Coelho, Guilherme K. Santos

Resumo


As Finanças Comportamentais representam o mais novo campo de estudo nas pesquisas da área financeira. Neste sentido, este estudo tem por objetivo verificar se é possível prever o preço de um ativo de capital para o período seguinte, utilizando o modelo Capital Asset Pricing Model (CAPM) e considerando o comportamento humano como fator de irregularidade para esta previsão por meio de uma análise de série histórica num período de 23 anos. A medotologia utilizada foi a clássica multiplicativa, para melhor quantificar e explicar a interferência do comportamento humano na precificação de um ativo por conta da multiplicação da tendência, que neste caso é uma regressão linear dada pela equação do CAPM, com uma irregularidade que aqui é fornecida pelo comportamento do investidor. O estudo pode ser classificado como qualitativo-quantitativo com predominância quantitativa, adota dados de natureza primária e secundária. Os principais resultados demonstraram que por meio de dois cálculos estatísticos de erro, o erro médio absoluto (11,91%) e o erro médio quadrado (18,91%), foi confirmado que o comportamento humano interfere significativamente nos retornos de ativos de capital negociados em bolsa de valores; e, é possível prever o preço de um ativo para o próximo período considerando o fator humano.


Texto completo:

PDF

Article Metrics

Metrics Loading ...

Metrics powered by PLOS ALM




Direitos autorais 2009 Revista Gestão & Tecnologia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.