Ciência, tecnologia e inovação e internacionalização de negócios: estudo bibliométrico nas bases Web of Science e Scopus

Flavia Luciane Scherer, Maíra Nunes Piveta

Resumo


Há muito se fala que empresas inovadoras e tecnologicamente modernas conseguem acessar mercados internacionais de forma mais efetiva (ARBIX et al., 2004). Procurando identificar elos acadêmicos entre ciência, tecnologia, inovação e internacionalização de negócios, o presente estudo objetivou conhecer a frequência e as formas como tais assuntos têm sido abordados pela academia, de forma conjunta e pareada. Os resultados encontrados, por meio de um estudo bibliométrico realizado nas bases Web of Science e Scopus, não chegam a ser expressivos. Não foi possível identificar, em quaisquer das buscas, autores, publicações ou periódicos que possam ser considerados referências em seus campos de estudo. Os resultados sugerem que ainda há muito que ser produzido para que se possa conhecer melhor o interjogo de forças entre os quatro temas pesquisados.


Palavras-chave


Internacionalização; Ciência; Tecnologia; Inovação

Texto completo:

PDF

Referências


Araújo, C. A. Bibliometria: Evolução Histórica e Questões Atuais. Em Questão, v. 12, n. 1, p. 11- 32, 2006.

Arbix, G. Salerno, M.S.; De Negri, J. A. (2004, junho) Inovação, via internacionalização, faz bem para as exportações brasileiras. Texto para discussão n. 1023, Brasília: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – IPEA.

Capes – Coordenação De Aperfeiçoamento De Pessoal De Nível Superior. Acervo. 2017. Disponível em: . Acesso em: Nov. 2017.

Figueiredo, P. N. (2009) Aprendizagem tecnológica e inovação industrial em economias emergentes: uma breve contribuição para o desenho e implementação de estudos empíricos e estratégias no Brasil. Revista Brasileira de inovação, 3(2 jul/dez), 323-361.

Floriani, D. E.; Fleury, M. T. (2012) O efeito do grau de internacionalização nas competências internacionais e no desempenho financeiro da PME brasileira. Revista de Administração Contemporânea RAC, Rio de Janeiro, v.16, n. 3, (maio/jun), 438-458.

Hitt, M. A.; Bierman, L.; Uhlenbruck, K.; Shimizu, K. (2006) The importance of resources in the internationalization of professional service firms: The good, the bad, and the ugly. Academy of Management Journal, 49, 1137-1157.

Le Goff, J. (2004) As mundializações à luz da história. In: Barret-Ducroq (org.). Globalização para quem? Uma discussão sobre os rumos da globalização. São Paulo: Futura, 24-29.

Memel-Fotê, H. (2004) Ensaio sobre a mundialização humana. In: Barret-Ducroq (org.). Globalização para quem? Uma discussão sobre os rumos da globalização. São Paulo: Futura, 308-316.

Roy, A. (2004) Alguns prejuízos colaterais da mundialização. In: Barret-Ducroq (org.). Globalização para quem? Uma discussão sobre os rumos da globalização. São Paulo: Futura, 258-260.

Sachs, J. (2004) Globalização e países em via de desenvolvimento. In: Barret-Ducroq (org.). Globalização para quem? Uma discussão sobre os rumos da globalização. São Paulo: Futura, 87-92.

Seliger, B. (2004) The impact of globalization: chances and risks for Russia as a transformation country. Eastern European Economics, v. 42, n. 1, (jan/fev), 5-24.




DOI: http://dx.doi.org/10.20397/2177-6652/2017.v17i4.1273

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Gestão & Tecnologia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.