A pesquisa sobre redes sociais e comportamento do consumidor no Brasil

Ana Cristina Ferreira, André Francisco Alcântara Fagundes, Mariany Carvalho Silva Camargo, Thais Carvalho Oliveira

Resumo


O objetivo deste artigo é analisar a publicação de trabalhos acadêmicos que relacionam o comportamento do consumidor e as redes sociais, publicados nos principais periódicos brasileiros no período de 2000 a 2015, na área de Administração, Ciências Contábeis e Turismo. Para atender esse objetivo, realizou-se uma pesquisa bibliográfica a qual possibilitou selecionar artigos relacionados ao tema. Foram encontrados 1.202 trabalhos e destes 54 possuíam ligação com o tema. Para a análise dos artigos, utilizou-se um formulário com 11 variáveis e as seguintes comprovações foram obtidas: (a) maior frequência das palavras Facebook e Orkut; (b) 56,9% dos artigos são de estudos exploratórios e 94,5% empíricos; (c) a grande maioria dos artigos (75,9%) foram publicados nos últimos 4 anos; (d) destaque para o estado de São Paulo, que originou 29,5% dos autores e  Rio Grande do Sul com 16,8%; (e) observou-se uma tendência de pesquisas que tratam da relação indivíduo-organização.


Palavras-chave


Redes sociais; Comportamento do consumidor; Orkut; Facebook; Bibliometria.

Texto completo:

PDF

Referências


Amaral, B. do. Mundo terá 3 bilhões de usuários de Internet até o final de 2014, diz UIT. Recuperado em 01 de setembro, 2014, de http://www.teletime.com.br/05/05/2014/mundo-tera-3-bilhoes-de-usuarios-de-internet-ate-o-final-de-2014-diz-uit/tt/376521/news.aspx

Bertoncello, s. T., & Crescitelli, E. (2009). Comportamento do jovem consumidor mediante as diversas alternativas de mídia. Revista Brasileira de Pesquisas de Marketing, Opinião e Mídia. São Paulo, (3).

Blessa, R. (2006). Merchandising no ponto-de-venda. Atlas.

CAPES, 2012. Web Qualis., Recuperado em 14 de fevereiro, 2014, de http://qualis.capes.gov.br/webqualis/ConsultaListaCompletaPeriodicos.faces

Caputo, V. Mais da metade dos brasileiros são usuários da internet. Recuperado em 01 de setembro, 2014, de http://exame.abril.com.br/tecnologia/noticias/mais-da-metade-dos-brasileiros-sao-usuarios-da-internet

Chauvel, M. A. (1999). A satisfação do consumidor no pensamento de marketing: revisão de literatura. XXIII ENANPAD. Anais Eletrônico. Foz do Iguaçu-PR. Anpad.

Cobra, M. (1993). Marketing competitivo: uma abordagem estratégica. Atlas.

Fagundes, A. F. A., Veiga, R. T., Sampaio, D. O., & Sousa, C. V. (2012). A publicação acadêmica de marketing esportivo no Brasil. Revista Brasileira de Marketing, 11(2), 96-123.

Flick, U. (2004). Uma introdução à pesquisa qualitativa (Vol. 2). Porto Alegre: Bookman.

Frio, R. S. (2014). A pesquisa sobre comportamento do consumidor no Brasil: uma análise bibliométrica acerca de artigos publicados em periódicos nacionais no período de 2000 a 2011. Revista de Administração e Negócios da Amazônia, 5(3), 1-14.

Gomes, H. S. Brasil é o 2º país com mais usuários que entram diariamente no Facebook. Recuperado em 18 de outubro, 2014, de http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2013/09/brasil-e-o-2-pais-com-mais-usuarios-que-entram-diariamente-no-facebook.html

Guedes, V. L., & Borschiver, S. (2005). Bibliometria: uma ferramenta estatística para a gestão da informação e do conhecimento, em sistemas de informação, de comunicação e de avaliação científica e tecnológica. Encontro Nacional de Ciência da Informação, 6, 1-18.

Guimarães, M. D. S. (2011). Relações Públicas e Mídias Sociais: uma análise de suas aplicações no relacionamento organizacional. Dissertação (Mestrado em Ciências da Comunicação). Universidade Federal do Amazonas, UFAM.

Hercheui, M. D. (2011). Redes sociais: uma nova perspectiva do espaço. GVexecutivo, 10(2), 67.

Jansen, T. Número de internautas no Brasil alcança percentual inédito, mas acesso ainda é concentrado. Recuperado em 01 de setembro, 2014, de http://oglobo.globo.com/sociedade/tecnologia/numero-de-internautas-no-brasil-alcanca-percentual-inedito-mas-acesso-ainda-concentrado-13027120#ixzz3C4JzJvEE

Kimura, H., Basso, L. F. C., & Martin, D. M. L. (2008). Redes sociais e o marketing de inovações. Revista de Administração Mackenzie. São Paulo, v. 9, n.1, 2008.

Kleinubing, L. S. (2010) Análise bibliométria da produção científica em gestão da informação na base de dados Lisa. Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, v.8, n. 1, p. 01-11.

Kotler, P., Armstrong, G. (2002). Administração de Marketing: a edição do novo milênio. Prentice Hall.

Kotler, P.; Armstrong, G. (1995). Princípios de marketing. 5 ed. Rio de Janeiro: Prentice-Hall do Brasil.

Laudon, K. C.; Laudon, J. P. (2004). Sistemas de informação gerenciais. São Paulo: Prentice Hall.

Lemes, L. B., & Ghisleni, T. S. (2013). Marketing Digital: uma estratégia de relacionamento de marca. In XIV Congresso de Ciências da Comunicação na Região Sul.

Lima, M. P., Kraemer, F., & Rossi, C. A. V. (2014). A discussão epistemológica em marketing 1990-2010. Revista Brasileira de Marketing, 13(1), 133-143.

Limeira, T. M. V. (2000). E-marketing: O Marketing Na Internet com Casos Brasileiros . Editora Saraiva.

Machado-Da-Silva, C. L., Cunha, V. C., Amboni, N.. (1990). Organizações: o estado da arte da produção acadêmica no Brasil. Anais do Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração.

Marconi, M. De A.; Lakatos, E. M. (2007). Fundamentos de Metodologia Científica. 6 ed. Atlas.

Maya, P. C., & Otero, W. I. (2002). A Influência do Consumidor na era da Internet. Revista da FAE, 5(1), 71-81.

Mazzon, J. A., & Hernandez, J. M. (2013). Produção científica brasileira em Marketing no período 2000-2009. Revista de Administração de Empresas, 53(1), 67-80.

Muylder, C. F. De, Santos, M. F., La Falce, J. L., de Britto, E., & Cançado, V. L. (2012). Principais Aplicações de Análise Discriminante na Área de Marketing: uma pesquisa bibliométrica. Revista Gestão & Tecnologia, 12(2), 217-242.

Perin, M., Sampaio, C., Froemming, L., & Luce, F. (1999). A perspectiva survey em artigos de marketing nos ENANPADs da década de 90. Encontro Nacional de Programas de Pós Graduação em Administração, 24.

Pinto, M. R., & Lara, J. E. (2009). O que se publica sobre comportamento do consumidor no Brasil, afinal?. Revista de Administração da UFSM, 1(3).

Recuero, R. (2011). Redes sociais na internet. Sulina.

Rossi, C. A. V., Bortoli, L. V., & Castilhos, R. B. (2014). Análise bibliométrica da contribuição de marketing para outras ciências. Revista de Ciências da Administração, 29-44.

Samara, B. S., & Morsch, M. A. (2005). Comportamento do consumidor: conceitos e casos. São Paulo: Pretince Hall.

Sampaio, D. de; Gosling, M., Fagundes, A. F. A., & Veloso, C. (2013). Uma Análise Da Produção Acadêmica Brasileira Sobre O Comportamento Do Consumidor De Alimento Orgânico Entre 1997 A 2011. REAd, Ed.76, N° 3, p. 620-645.

Scharf, E. R., Schwingel, A. T., & Franzon, F. (2013). Um Estudo Bibliométrico Sobre A Produção Científica De Marketing: O Final Da Primeira Década Dos Anos 2000. Visão, 2(1), 5-26.

Souza, M. D. (2010). O neoconsumidor e os canais de venda. Revista HSM Management, (78).

Stanley, C. (2009). A web 2.0 e o marketing das redes sociais. Revista HSM Management. n. 758.

Telles, A. (2011). A revolução das mídias sociais: estratégias de marketing digital para você e sua empresa terem sucesso nas mídias sociais: cases, conceitos, dicas e ferramentas. São Paulo: M. Books.

Torres, C. (2009). A bíblia do marketing digital. São Paulo: Novatec.

Troccoli, I. R., Gimenez, K., Reis, P. N. C., & Faria, P. P. (2011). Comportamento do consumidor: Um estudo bibliométrico nos Enanpads 2007-09. Revista Organizações em Contexto-Online, 7(14), 165-189.

Turchi, S. Os novos comportamentos de consumidores e marcas com o advento das redes sociais. Recuperado em 26 e outubro, 2014, de http://www.sandraturchi.com.br/artigos/08/os-novos-comportamentos-d-consumidores-e-marcas-com-o-advento-das-redes-sociais/

UOL. 89 milhões de brasileiros acessam o Facebook. Recuperado em 25 de janeiro, 2015, de http://m.olhardigital.uol.com.br/noticia/89-milhoes-de-brasileiros-acessam-o-facebook/43687

Vaz, C. A. (2008). Google Marketing. São Paulo: Novatec.

Vaz, C. A.. (2012). Os 8ps do Marketing digital: o guia estratégico de Marketing digital. Alfragide: Texto editores.

Vergara, S. C. (2009). Projetos e relatórios de pesquisa em administração. São Paulo: Atlas.

Vieira, F. G. (1998). Por quem os sinos dobram? Uma análise da publicação científica na área de marketing do Enanpad. Anais do Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração.

Vieira, F. G. (1999). Ações empresariais e prioridades de pesquisa em marketing: tendências no Brasil e no mundo segundo a percepção dos acadêmicos brasileiros. Encontro Nacional de Programas de Pós-graduação em Administração. Anais... Foz do Iguaçu: Anpad.

Vieira, F. (2003). Narciso sem espelho: a publicação brasileira de Marketing. Revista de Administração de Empresas, 43 (1), p. 81-90, 2003.

Vieira, F. (2000). Panorama acadêmico-científico e temáticas de estudos de Marketing no Brasil. Anais do Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração, Florianópolis.




DOI: http://dx.doi.org/10.20397/2177-6652/2017.v17i2.1146

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Gestão & Tecnologia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.